Marx Beltrão viabiliza registro para Fetag defender agricultores alagoanos

A certidão assegurada beneficia os pleitos dos mais de 120 mil pequenos produtores do estado

Após articulação junto ao Ministério do Trabalho, o ministro alagoano Marx Beltrão viabilizou a certidão do cadastro Nacional de Entidades Sindicais (CNES) para Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do Estado de Alagoas (Fetag-AL). O documento que garante total direito para continuidade do trabalho de representação dos agricultores familiares no estado foi entregue pelo ministro ao presidente da entidade, Genivaldo Oliveira.

De acordo com o presidente da Fetag, Genivaldo Oliveira, a articulação do ministro Marx em Brasília garantiu através da Secretaria de Relações do Trabalho do Ministério do Trabalho, o registro de alteração estatutária para coordenação, proteção e representação das entidades a ela filiadas por meio de portaria 186/2008.

“O desmembramento e requalificação da federação tem o intuito de garantir mais representatividade das atividades e prol dos agricultores familiares alagoanos. Marx tem sido incansável quando a pauta é a agricultura familiar.  Somos mais de 120 mil sendo beneficiados com a segurança jurídica de continuarmos o nosso trabalho em prol do homem do campo”, disse Genivaldo.

Para Marx Beltrão, a entidade cria rede de possibilidades para pleitear melhorias e discutir políticas públicas para o segmento.  “Em Brasília temos lutado por melhorias no meio rural e incentivo a produtividade. Através da atividade no campo podemos contemplar melhores condições de renda e trabalho e firma o homem no campo em seu lugar, buscando o desenvolvimento da agricultura familiar nos municípios alagoanos”, concluiu.

Marcela Martine

FacebookTwitterGoogle Bookmarks
  • 320 x 320 - Clipping

Previsão do Tempo